Perdi um gato para a PIF – quando posso ter outro gato? Quanto tempo continuará a minha casa contaminada com o corona vírus?

O meu gato tem anticorpos contra o corona vírus felino – posso ainda assim levá-lo a exposições de gatos?

Acabei de testar uma das minhas meninas e ela voltou a acusar >1280 que é o mesmo que tinha da última vez que a testei ........

     

Perdi um gato para a PIF – quando posso ter outro gato? Quanto tempo continuará a minha casa contaminada com o corona vírus?

Resposta: o FCoV é libertado nas fezes, por isso a principal área de contaminação será a caixa de areia, por isso limpe e desinfecte profusamente com lixívia doméstica, tal como Domestos. Lembre-se que partículas microscópicas de areia seca e infectada podem ter voado pela casa ou ter sido levadas para outras partes da casa nos pés – por isso proceda a uma boa aspiração. O FCoV só é libertado na saliva por muito poucos dias no inicio da infecção, por isso é pouco provável que as tigelas do seu gato estejam contaminadas, e espero que lhes dê uma boa lavagem também. Felizmente, o FCoV é um vírus relativamente frágil e se seguir estes conselhos, é pouco provável que a sua casa esteja infectada por mais do que uns dias. No entanto, o meu conselho é esperar talvez um mês antes de introduzir um novo gato.

Todos os conselhos acima assumem que tinha apenas um gato – o que morreu de PIF. Se tiver outros gatos, é provável que eles também estejam infectados e talvez seja melhor optar por testa-los quanto a anticorpos FCoV cada 3-6 meses, mante-los em pequenos grupos de acordo com a sua titragem de anticorpos, e apenas arranjar um novo gato quando a titragem do resto dos seus gatos for zero.

Lembre-se de testar o seu novo gato quanto a anticorpos FCoV também – não quer voltar a reintroduzir o problema!

Top Of Page


 

 O meu gato tem anticorpos contra o corona vírus felino – posso ainda assim levá-lo a exposições de gatos?

Resposta: Já que 84% dos gatos exposições no Reino Unido foram considerados ter anticorpos contra FCoV, não vejo como mais ou menos um gato positivo pode fazer alguma diferença!

Top Of Page

 
 

Acabei de testar uma das minhas meninas e ela voltou a acusar >1280 que é o mesmo que tinha da última vez que a testei ........

Resposta: isto significa que ela tem 75% de hipótese de estar a libertar o vírus – por isso precisa usar um macho com anticorpos. Também significa que vai aos seus gatinhos óptimos anticorpos de origem materna, por isso embora necessitem de ser isolados e precocemente desmamados, os anticorpos da mãe podem muito bem protege-los até às 6 semanas de idade.

..... e tem agora 15 meses e está no cio – acasalo-a? Castro-a? Na realidade não sei o que fazer para melhor. Se nunca a tivesse testado, teria ido em frente cegamente e tê-la-ia, mas um dos seus irmãos morreu em circunstâncias suspeitas (sem necropsia infelizmente) por isso contamos a titragem.

Resposta: é uma escolha difícil, porque o stress pode levá-la à PIF, e adivinhe – castra-la, gravidez e até o cio são todos causadores de stress! Mais, supressores de cio, como o Ovarid, são imunosupressivos, e podem precipitar a PIF. Provavelmente a gravidez é a menos stressante das opções, mas teria que a levar longe para acasalar? Viajar causa demasiado stress nos gatos. Tem um macho seu? Se optar pela castração, poderia o seu veterinário tirar um tempo do resto da rotina da clínica de modo a que entre e saia numas horas? Embora não haja provas da sua eficácia na infecção por FCoV,* pode ser útil usar um difusor Feliway (feromona felina) para reduzir o seu stress, seja qual for a sua escolha.

*A eficácia do Feliway provou reduzir a frequência da urina inapropriada pela casa, que indica presumivelmente a redução de stress (Hunthausen, Veterinary Medicine, 95, 2, 151-155).

Top Of Page

Gostaria de agradecer Nica Paixao, Silvia Pereira e Renata Fernandes pelas traducoes. Muito obrigada!

Site © 2000 - 2005 Dr. Diane Addie
Site Design © Melody Amundson, Mariposa Creations